Para a VLI, integração é o caminho para os melhores resultados. Da mesma forma que o nosso sistema logístico é integrado, interligando ferrovias, terminais e portos, acreditamos que nossos empregados, parceiros e fornecedores também devem estar alinhados para o sucesso das operações. Com foco nisso, no último dia 24, o Tiplam recebeu a equipe do Inova VLI e duas startups participantes do programa: a Dom Rock e a Órbita.

Durante a manhã, os visitantes conheceram toda a operação e infra-estrutura portuária, como os pátio de enxofre, armazéns, pera e moega ferroviárias, berços e navios. “A visita foi importante para o pessoal das startups conhecer a realidade da VLI e abrir a mente para pensar em novas soluções aos nossos desafios”, explica Camila Coury, analista de Inovação.

Na parte da tarde, aconteceu o Workshop de Inovação com participação de 10 empregados das áreas de Operação e Gestão Integrada e Infraestrutura. “Explicamos como funciona o Inova VLI e o papel das startups selecionadas. Mostramos a importância da inovação aberta e dessas parcerias para incorporarmos novas tecnologias no nosso dia a dia e melhorarmos nossos processos”, complementa Alexandre Gallotti, um dos responsáveis pelo Inova VLI.

“A visita foi extremamente produtiva. Ajudou a visualizar melhor quais são as necessidades do pessoal e saímos com mais ideias de soluções que podemos desenvolver para ajudar a equipe”

Luiz Otávio, sócio diretor da Dom Rock

 

“Gostei muito do convite da equipe da Inovação para poder conhecer o Tiplam. Eu não conhecia o porto e foi uma excelente oportunidade para entender melhor a realidade operacional e pensar novas aplicações das tecnologias da Órbita para a logística”

Leonardo Campos, fundador e CEO da Órbita